Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Por que este empreendedor bilionário virou motorista da Uber

exame

Aos 53 anos, o cofundador do site de viagens Kayak e professor da escola de negócios do MIT, Paul English, decidiu respirar novos ares.

Após vender sua plataforma online por 1,8 bilhão de dólares (equivalente a 6,1 bilhões de reais em valores atuais), o empreendedor serial passou a dedicar algumas horas de sua semana a uma curiosa atividade: ser condutor da Uber.

Em entrevista ao site da revista Inc., English explica que uma série de fatores o levaram à curiosa empreitada. Em primeiro lugar, ele notou que 90% dos compromissos de sua agenda eram com profissionais de tecnologia ou de organizações sem fins lucrativos. Era preciso “expandir o seu círculo”.

Em segundo – e o mais importante –, dirigir para a Uber seria uma oportunidade de entender como os profissionais deste serviço são avaliados. Não se trata, obviamente, de pura curiosidade. Acontece que a nova startup de English, a Lola, irá operar por uma lógica semelhante, conectando viajantes a agentes de viagem.

Um sucesso?

English iniciou seu novo hobby em grande estilo, logo após sair de uma festa de Halloween. Fantasiado de vampiro, o bilionário logo ganhou a simpatia dos clientes.

Sem oferecer doces e outros “mimos” – costume de boa parte dos motoristas do app –, ele criou o hábito de escrever uma frase sobre cada passageiro em seu notebook.

Quando perguntam sobre sua profissão, o empresário se limita a dizer que é engenheiro. Uma única vez, porém, diante de uma menina de 13 anos cujo sonho era estudar no MIT, ele não resistiu e contou-lhe sobre seu cargo na instituição.

“Ela não acreditou em mim e perguntou: por que você está dirigindo esse carro se dá aula no MIT? Eu respondi que tenho várias vidas”, brincou.

Mas, afinal, como o cofundador do Kayak se saiu como motorista? Ao que tudo indica, muito bem. O empresário ostenta a nota 4,97, quase a máxima permitida pelo aplicativo. “Eu apenas me pergunto: quem não me deu 5 estrelas? O que será que eu fiz de errado?”

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.