Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Os profissionais mais e menos satisfeitos com seus salários e benefícios
O que conta mais: um bom salário ou benefícios invejáveis? Pesquisa da FIA mostra o nível de satisfação dos funcionários em 15 setores
Tempo de leitura: 2 min


(Jidpipat Taewiriyakun/EyeEm/Getty Images)

Existem fatores que pesam mais na experiência do funcionário do que salários mais avantajados. Essa é uma das conclusões da pesquisa da Fundação Instituto de Administração (FIA) de Employee Experience.

A equipe da FIA levantou dados de mais de 300 empresas em 15 setores e teve mais de 150 mil respondentes para determinar a lista de 100 lugares incríveis para se trabalhar.

Entre 12 fatores considerados para o prêmio, um pilar importante foi a de reconhecimento e recompensa.

Para a pesquisadora e professora da FIA Lina Nakata, é interessante ver setores de alimentos ou seguradores saindo na frente dos bancos e serviços financeiros na percepção de seus funcionários.

“As empresas do setor financeiro são conhecidas por pagarem bem. Porém, pela pesquisa, isso não resulta exatamente em maior satisfação. Muitas vezes, o valor para as pessoas está só no salário, mas como a pessoa percebe a justiça da distribuição de valores”, afirma ela.

Com alta exigência por metas, os profissionais do setor financeiro também recebem 14% mais feedbacks de gestores do que funcionários de outros setores.

Se depender da percepção dos profissionais, o setor financeiro ganha no pilar de benefícios. Além do salário e do pacote de benefícios, a pesquisa adicionou avaliação de satisfação com a remuneração variável (PLR) e com o reconhecimento em serviço.

“O benefício bem ofertado tem uma percepção de valor muito alta. Mesmo se o valor de um auxílio home office não sendo alto, sua utilidade gera uma percepção muito superior”

Na matéria “A nova era dos benefícios” na revista Exame, executivos de Recursos Humanos contam como a estratégia de benefícios da empresa dá flexibilidade para atrair e reter os funcionários.

Na pesquisa, é possível ver como os salários e os benefícios têm sido avaliados pelos funcionários de 15 setores diferentes. As repostas geraram notas de 0 a 100 de acordo com o quanto que eles estavam satisfeitos cada variante de remuneração e recompensa.

Confira os rankings dos profissionais mais e menos satisfeitos:

Ranking da satisfação com remuneração
Setores Salários
1 Alimentos e bebidas 87,9
2 Química e Petroquímica 86
3 Seguradoras 84,7
4 Bancos e Serviços Financeiros 82,5
5 Serviços Diversos 79,8
6 Comércio 79,4
7 Têxtil 79
8 Tecnologia e Computação 78,1
9 Energia 76,5
10 Serviços de Saúde 76,4
11 Agronegócio 75,8
12 Educação 74
13 Indústrias Diversas 71,1
14 Saneamento 67,6
15 Consultoria e Auditoria 66,8


Ranking de satisfação com benefícios
Setores Benefícios
1 Bancos e Serviços Financeiros 96,5
2 Seguradoras 95,8
3 Química e Petroquímica 95,5
4 Alimentos e bebidas 94
5 Serviços de Saúde 92,2
6 Tecnologia e Computação 91,7
7 Energia 91,3
8 Serviços Diversos 90,1
9 Saneamento 89,3
10 Educação 89,2
11 Têxtil 88,5
12 Indústrias Diversas 87,9
13 Comércio 87
14 Agronegócio 85,2
15 Consultoria e Auditoria 82

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.