Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

IBM anuncia parceria para oferecer formação de graça para 500 mil pessoas

O Brasil está entre os países dentro da iniciativa que também deve oferecer cerca de 7 mil oportunidades de emprego no mundo


(Joern Pollex/Getty Images)

O presidente da IBM, Arvind Krishna, anunciou na última quinta-feira, 16, nova parceria com cerca de 30 organizações para alcançar o objetivo de formar para carreiras digitais 500 mil pessoas até o final do ano por meio do programa IBM SkillsBuild. O anúncio ocorreu durante o evento VivaTech em Paris.

As parcerias são com governos, institutos de educação superior, organizações sem fins lucrativos e agências de emprego. Para os brasileiros, a empresa vai trabalhar com a ONG Junior Achievement Americas.

A prioridade no país será trazer para as carreiras de tecnologia da informação pessoas que ainda são minoria na área, olhando para os pilares de gênero, raça e etnia. O projeto piloto terá foco na formação de mulheres em desenvolvimento web. Outras carreiras em foco serão cibersegurança e análise de dados.

Eles vão buscar outras ONGs para atrair alunos e fechar parcerias na indústria para oferecer vagas de emprego no próximo semestre.

No mundo todo, a meta é conseguir 7 mil oportunidades de trabalho em diversas indústrias através da parceria com o ManpowerGroup, a terceira maior empresa de recrutamento do mundo. Além do Brasil, a iniciativa também ocorrerá em mais 11 países.

“Fechar a lacuna de habilidades globais é uma das questões mais urgentes de nosso tempo. É por isso que estou orgulhoso dessas parcerias, que ajudarão pessoas de todas as origens a adquirirem as habilidades que precisam para prosperar na economia global dinâmica”, comentou Arvind Krishna, presidente e CEO da IBM.

As novas carreiras digitais são uma oportunidade de inclusão e também de crescimento econômico. Segundo o Fórum Econômico Mundial, o PIB mundial pode ter um acréscimo de 6,5 trilhões de dólares — ou 8% da riqueza mundial — até 2030 caso a mão de obra de 57 cadeias produtivas em 140 países passe por algum tipo de qualificação profissional nesta década.

No cenário mais otimista desse relatório, 97 milhões de empregos poderiam ser abertos até 2025 em carreiras dependentes de tecnologias promissoras, como inteligência artificial.

Parcerias como a anunciada pela IBM, que juntam diversos agentes da sociedade, são a solução apontada pelo Fórum para concretizar esse cenário otimista e evitar altas taxas de desemprego entre os empregos que vão diminuir com a automatização.

O programa IBM SkillsBuild vai focar em populações carentes, como veteranos, mulheres, minorias, refugiados e jovens desempregados. Com os cursos, eles planejam aumentar a empregabilidade desses indivíduos em 3 a 6 meses.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.