Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Heineken assume compromisso de ter 50% de mulheres na liderança

Empresa reconhece que o setor cervejeiro é predominantemente masculino e que a meta é ousada; compromisso é até 2026


(Omar Paixão/VOCÊ RH)

O Grupo Heineken Brasil decidiu que as posições de lideranças da empresa deverão ser ocupadas pelo mesmo número de mulheres do que o de homens. Ou seja, há um objetivo de atingir 50% de mulheres nessas posições até 2026.

Os cargos são de supervisão, coordenação, gerência gerência senior, diretoria e C-Level.

Segundo a Heineken, para alcançar esse objetivo, a empresa já trabalha com o desenvolvimento das mulheres que já atuam na companhia, em todas as áreas, por meio de um mapa de sucessão e de um plano de desenvolvimento pessoal que prevê mentorias e treinamentos.

Além disso, o grupo também pretende aumentar a contratação de mulheres. A empresa tem como diretriz buscar 50% de finalistas do gênero feminino nos processos seletivos.

A empresa reconhece também que o setor cervejeiro é predominantemente masculino, e que a meta é ousada, mas que a direção mostra o compromisso do grupo com a igualdade de gênero.

A vice-presidente de Recursos Humanos do grupo, Raquel Zagui, afirma também que é preciso haver uma mudança cultural na empresa que garanta uma real igualdade de gênero. Para isso, foi formado um grupo interno de afinidade com a participação voluntária de colaboradores de todas as áreas.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.