Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Faça isto se quiser melhorar seu raciocínio antes de falar em público

Improvisar pode prejudicar muito uma negociação, apresentação e diálogo, segundo explica o professor de português


Quando pensamos antes de proferir, ficamos muito mais seguros em uma apresentação. O impensado, improvisado em excesso, pode prejudicar muito uma negociação, apresentação, diálogo.

Dentro do possível, tentemos roteirizar o que será exposto, incluindo nessa ação o aumento do vocabulário.

Antes de uma palestra sobre Dor e Lamentação, por exemplo, um psicólogo pode aperfeiçoar o vocabulário, consultando ideias análogas. Uma competentíssima ferramenta para isso é o Dicionário Analógico da Língua Portuguesa. Vejamos como o raciocínio fica bem mais amplo e criativo, ao pesquisarmos sobre o tema:

(Dor) Lamentação, lamento, querela, canto plangente, questa, queixa, queixume, querima, lástima, deploração, piedade, queixa entrecortada de lágrimas, brado lamentoso, imprecação dolorosa, lamúria.

Vale – nesse exercício – consultar também verbos correlatos:

(Doer) Lamentar, deplorar, prantear, clamar, vagir, lacerar as faces, jeremiar, depenar-se.

Adjetivos trarão boas ideias para a criação de sentenças, frases, orações, eslaides, explicações:

(Doloroso) Lamentoso, quérulo, prantivo, plangente, lúgubre, dolente, tristonho, merencório, desafortunado, desalentado, repassado de mágoa, lastimoso, lutuoso, triste, enlutado, carpido, funéreo.

Alguns desses termos – apesar de não usuais no dia a dia – levam-nos à pesquisa do significado e mais conhecimento. Curiosidade é outra estratégia de quem escreve e expõe bem uma ideia.

Precisamos tomar cuidado na escolha de palavras, uma vez que o objetivo de uma apresentação é criar a conexão com quem se fala. O preciosismo (requinte, sofisticação, perfeccionismo excessivos) é um vício de muitos intelectuais, oradores, profissionais; sensatez e equilíbrio são sempre bem-vindos.

O investimento no aumento do vocabulário dá ao orador e ao escritor novas ferramentas expositivas, gerando à palestra e ao texto maior alcance. Nova palavra, novo pensamento, evolução.

Um grande abraço, até a próxima e inscreva-se no meu canal!

Por Diogo Arrais, professor de português

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.