Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Estes são os fatores que rendem aumento de salário no Brasil
Page/Post Excerpt

exame

Ao contrário do que você talvez imagine, um excelente desempenho técnico não é o fator mais considerado pelos empregadores na hora de conceder um aumento salarial – pelo menos no Brasil.

É o que mostra uma pesquisa da consultoria Robert Half, que apurou os fatores que mais justificam incrementos na remuneração de um funcionário segundo diretores de RH em todo o mundo.

No caso brasileiro, uma boa conduta comportamental é a razão mais comum para dar um aumento. Para 43% dos entrevistados, profissionais com perfil colaborativo e capacidade de trabalhar em equipe são os que mais merecem a recompensa.

Competências técnicas, capazes de trazer resultados mensuráveis, são mencionadas por 36% e ficam em segundo lugar na lista dos empregadores brasileiros.

De todos os países incluídos no estudo, o nosso é o que mais atribui importância ao comportamento. No resto do mundo, a performance técnica costuma pesar mais do que a postura pessoal.

Segundo Caio Arnaes, gerente sênior da Robert Half, essa diferença tem raízes culturais. “Aqui, o relacionamento interpessoal é muito importante no trabalho”, explica. “Naturalmente, a qualidade de um profissional está muito associada ao seu comportamento e à sua capacidade de colaborar em grupo”.

A lealdade à empresa também é mais valorizada por aqui do que no exterior: 30% dos brasileiros mencionaram esse quesito, contra uma média global de 24%.

Para Arnaes, o número deve servir como alerta para a geração Y, conhecida por trocar de emprego com frequência. “A estabilidade ainda é um valor muito forte para os empregadores brasileiros, até porque a maioria deles pertence a gerações anteriores”, afirma.

A pesquisa foi feita em novembro de 2014 e contou com 1672 diretores de RH em 12 países, dos quais 100 eram brasileiros. Veja abaixo a tabela completa com os resultados:

Motivo para conceder aumento salarial

Brasil

Média global

Conduta profissional/ Colaboração/ Trabalho em equipe
43%
33%
Competência técnica/ Resultados mensuráveis
36%
37%
Vontade de aprender e crescer
36%
32%
Estabilidade/ lealdade à empresa
30%
24%
Inovação
18%
13%
Motivação
17%
15%
Assumir tarefas além de sua responsabilidade
16%
27%
Tempo desde seu último aumento salarial
16%
25%
Contraproposta
9%
12%
Sem opinião
4%
5%

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.