Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

[vc_row custom_css_code=”LmZ1bGx3aWR0aC1ibG9jay1pbm5lciUyMC53cGJfd3JhcHBlciUyMCU3QiUwQSUyMCUyMCUyMCUyMCUyMHBhZGRpbmctcmlnaHQlM0ElMjA2MHB4JTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwJTIwcG9zaXRpb24lM0ElMjByZWxhdGl2ZSUzQiUwQSU3RCUwQS5mdWxsd2lkdGgtYmxvY2staW5uZXIlMjAud3BiX3dyYXBwZXIlM0FhZnRlciUyMCU3QiUwQSUyMCUyMCUyMCUyMGNvbnRlbnQlM0ElMjAlMjclMjclM0IlMEElMjAlMjAlMjAlMjBwb3NpdGlvbiUzQSUyMGFic29sdXRlJTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwd2lkdGglM0ElMjAxOHB4JTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwaGVpZ2h0JTNBJTIwY2FsYyUyODEwMCUyNSUyMC0lMjAyOHB4JTI5JTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwcmlnaHQlM0ElMjAwJTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwdG9wJTNBJTIwMTNweCUzQiUwQSUyMCUyMCUyMCUyMGJhY2tncm91bmQlM0ElMjAlMjMwMGJjZDQlM0IlMEElN0QlMEEuY3VzdG9tLXRpdGxlLXRpdGxlJTIwaDElN0IlMEElMjAlMjAlMjAlMjBtYXJnaW4tdG9wJTNBMHB4JTNCJTBBJTIwJTIwJTIwJTIwbWFyZ2luLWJvdHRvbSUzQTBweCUzQiUwQSU3RA==”][vc_column][gem_fullwidth background_style=”cover” background_image=”30409″ padding_top=”150″ padding_bottom=”150″][vc_row_inner css=”.vc_custom_1587813510930{margin-bottom: 0px !important;}”][vc_column_inner css=”.vc_custom_1587813438128{padding-top: 0px !important;}”][gem_title_title alignment=”right” color=”#ffffff”]

[/gem_title_title][gem_title_excerpt alignment=”right” color=”#ffffff” margin_bottom=”15″]

[/gem_title_excerpt][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/gem_fullwidth][/vc_column][/vc_row]


Independente do trabalho, ou cargo de atuação, existe um conjunto de habilidades que são pré-requisitos para que qualquer função seja bem executada – as “Transferable Skills”.

Também conhecida pelos recrutadores como “Habilidades Transferíveis”, sem elas, mesmo que seu currículo possua bons cursos e especializações, conquistar, ou manter uma oportunidade de trabalho, torna-se um grande desafio.

Afinal, vivemos tempos complexos. Hoje, saber cultivar boas relações profissionais e estar integrado à tecnologia são aspectos muito importantes para se manter competitivo em um mercado que caminha em alta velocidade para ambientes mais ágeis e colaborativos.

Confira quais são as 12 habilidades que todo o profissional precisa desenvolver para manter sua carreira relevante no futuro do trabalho, de acordo com estudos da Murdoch University, da Austrália:

1. Comunicação assertiva

Uma boa comunicação tem como base saber escutar. A escuta ativa contribui para que a mensagem seja corretamente compreendida, evitando retrabalhos e conflitos por erros de interpretação. Essa habilidade também requer empatia, respeito, objetividade e coerência entre o que é dito e o que é feito.

2. Habilidade para tomada de decisões

Nesse aspecto é importante que o profissional saiba que situações urgentes só podem ser resolvidas com calma. O que não significa levar mais tempo, mas sim, assumir uma postura interna de confiança e ampla capacidade de observação do cenário em questão. Também é fundamental compreender que julgamentos ainda são existentes dentro de si. Tomadas de decisão baseadas em vieses inconscientes não combinam em nada com o futuro do trabalho, ok?

3. Pensamento complexo para a resolução de problemas

A crescente inserção da tecnologia trará novos desafios ao mercado e os profissionais precisam se manter dispostos a solucioná-los. Isso significa possuir a habilidade de pensamento complexo, de analisar e compreender a fundo o desafio, para então, chegar na solução adequada.

4. Aprendizado contínuo e adaptabilidade

A pandemia deixou clara a importância de estarmos preparados para ter que reinventar os negócios a qualquer momento. Com tantas mudanças no mercado já acontecendo, adquirir prazer por aprender e desenvolver o poder de adaptabilidade é o caminho mais seguro para garantir uma carreira sustentável.

5. Pensamento crítico

Nessa habilidade, o diferencial é saber questionar através do pensamento analítico. Esse comportamento permite que as ações sejam mais assertivas, já que foram pré-analisadas e embasadas. Aqui também vale a capacidade de interpretar dados, que serão cada vez mais comuns para a tomada de decisões nas empresas.

6. Criatividade

Criatividade gera solução. Logo, nada mais importante do que ter essa habilidade bem desenvolvida, não é mesmo? Em sua base, está a curiosidade. Então, lembre-se de nunca se permitir acreditar que “já sabe o bastante”.

7. Inteligência emocional

Saber lidar com as próprias emoções em situações de pressão extrema é um fator primordial dentro do cenário atual. Através de práticas de autodesenvolvimento emocional, o profissional pode perceber quais são seus pontos frágeis e aprender a gerir suas emoções com mais eficiência.

8. Confiabilidade

Abrange qualidades que fazem do profissional um colaborador confiável. Inclui pontualidade, comunicação transparente, coerência, organização e responsabilidade.

9. Trabalho em equipe

Ao trabalhar com outras pessoas, é fundamental aprimorar habilidades de comunicação, autogestão emocional e a colaboratividade, que envolve saber compartilhar seus conhecimentos e agir em prol do benefício de todos.

10. Organização

Os profissionais organizados geralmente cumprem os prazos, se comunicam com os outros em tempo hábil e seguem bem as instruções, gerando confiança aos empregadores.

11. Senso de liderança

Como posso servir hoje? Essa é uma ótima pergunta para se fazer todos os dias. Essa habilidade está ligada a sua capacidade de colocar seus melhores talentos à disposição do bem-estar coletivo.

12. Conhecimentos digitais

Quase todas as posições em todos os setores exigirão o uso da tecnologia em algum nível. Sendo assim, é fundamental adquirir conhecimentos digitais para lidar com novas tecnologias, sempre que necessário.

Bons estudos!

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.