Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Direito é o curso superior mais procurado do Brasil

Confira os outros dois cursos com mais alunos, segundo o MEC e veja mais destaques do Censo da Educação Superior


Direito, pedagogia e administração são os cursos com mais alunos no Brasil. Mais de 20% dos estudantes estão em uma dessas graduações, segundo dados do Censo da Educação Superior, divulgado na semana passada.

Esses cursos lideram a lista desde 2009, tanto em relação ao número de ingressantes como também de formados. Dos 8,3 milhões de estudantes matriculados no ensino superior:

10,8% das matrículas são em Direito
8,6% das matrículas são em Pedagogia
8,2% das matrículas são em Administração

O Brasil tem quantas instituições de ensino superior?

O Censo da Educação Superior 2017 mostra que no Brasil, são 296 instituições de ensino superior públicas e 2.152 privadas. Entre as instituições que têm categoria de universidade, as públicas são maioria (53,3%). Entre as instituições de ensino particulares, a categoria faculdade é a que predomina (87,3%).

Qual atrai mais: bacharelado, licenciatura ou tecnólogo?

A maioria dos estudantes (60,1%) ingressa em cursos superiores de bacharelado. Cursos de licenciatura recebem 20,1% dos ingressantes e os tecnólogos, 19,1%.

Todas as modalidades de grau superior tiveram aumento no número de matrículas, mas os cursos tecnólogos são os que mais cresceram de 2016 para 2017: 16,2% mais alunos começando.

A tendência de interesse maior (e oferta também) no que diz respeito aos cursos tecnológicos vem se consolidando há dez anos. De acordo com o MEC, o grau de tecnológico teve crescimento de 119,4% na procura de 2007 para 2017.

De 2016 para 2017, o aumento no número de alunos ingressantes foi 8,9% na licenciatura e o grau bacharelado recebeu 5,6% mais matrículas no mesmo período.

Procura por graduação a distância explode no Brasil

De 2007 a 2017, o número de matrículas em cursos de graduação a distância cresceu 375,2%. No mesmo período, as matrículas em cursos presenciais cresceram 33,8%.

Em apenas um ano, o aumento de matrículas nos cursos de EAD foi de 17,6%, maior alta desde 2008. Já o número de ingressantes nos cursos presenciais ficou praticamente estável com -0,4%.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.