Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Creditas abre mais de 450 vagas de emprego com home office
A fintech está procurando profissionais nas áreas de Tecnologia, Jurídico, Desenvolvimento de negócios, Vendas, Marketing, Finanças, entre outras
Tempo de leitura: 2 min


(Creditas/Divulgação)

A Creditas, fintech de crédito e soluções financeiras, está contratando e tem mais de 450 vagas de emprego abertas com home office.

As oportunidades são para diversas áreas, como Tecnologia, Jurídico, Desenvolvimento de negócios, Vendas, Marketing, Finanças, Recursos Humanos, Crédito, Design, Engenharia, Portfólio, Desenvolvimento de Produtos.

Fundada em 2012, a fintech hoje tem mais de 3.000 funcionários e já recebeu aportes que somam mais de 569 milhões de dólares.

As vagas também terão o processo se seleção completamente virtual. Segundo Tatiana Kubotani, Diretora de Talent Acquisition da Creditas, fala que características importantes para quem deseja se tornar um dos funcionários da empresa são comunicação colaborativa e resiliência.

“O nosso negócio muda super rápido, errar faz parte do processo de aprendizado e a comunicação fluída com clareza e coerência é essencial para a mensagem que queremos transmitir”, afirma.

Algumas posições abertas de destaque são:

  • Pessoa coordenadora de e-commerce;
  • Analista de desenvolvimento de produtos;
  • Analista de compliance;
  • Pessoa consultora de parcerias;
  • Pessoa especialista de compras automotivas;
  • Analista contábil;
  • Software engineer;
  • Talent acquisition;
  • Pessoa especialista de marketing.

Os interessados podem encontrar as vagas no site de carreiras da Creditas.

Processo seletivo em uma noite

A Creditas também vai realizar um evento de Speed Hiring nos dias 8 e 9 de dezembro. Quem participa do evento realiza todo o processo de seleção em apenas uma noite, das 18h às 21h30. Já no dia seguinte a pessoa recebe a resposta sobre a vaga e um feedback estruturado.

As vagas que entram nesse tipo de contratação são para pessoas engenheiras de software no nível pleno e sênior.

No modelo remoto, os candidatos são encaminhados para salas para conversas técnicas, programação em pares, um desafio de arquitetura e entrevista com lideranças.

A fintech busca por candidatos com experiência em desenvolvimento Java, Kotlin, Phyton e Node.js. Entre outras habilidades, é necessário ter familiaridade com metodologias ágeis e habilidade em desenvolver e implementar APIs.

As inscrições podem ser feitas pelos links:

Engenharia de software pleno
Engenharia de software sênior

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.