Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Chefes ruins fazem mal à saúde – e te tornam uma pessoa pior
Page/Post Excerpt


Quem já teve um chefe mala sabe: isso prejudica muito o trabalho. Não é novidade que muita gente fica deprimida com a situação, que se segue dia após dia. E lá se vão a motivação, a criatividade, a produtividade…

Um estudo, conduzido na University of Manchester’s Business School, sugere que a relação com chefes ruins também pode fazer com que funcionários desenvolvam comportamentos indesejáveis. Entre eles: agressividade e falta de empatia.

Cerca de 1.200 pessoas, de diferentes áreas, participaram da pesquisa sobre bem-estar e responderam perguntas sobre a sua relação com o chefe.

O resultado, apresentado na British Psychological Society, mostrou que aqueles que trabalhavam para líderes com traços psicopatas e narcisistas tinham menor satisfação no trabalho e pontuaram mais alto em uma medida clínica de depressão.

Outro aspecto analisado foi o comportamento contra-produtivo e incidentes de bullying com colegas.

“Essa combinação tóxica [de narcisismo e psicopatia] dos chefes pode resultar em indivíduos tirando proveito dos outros, levando crédito pelo trabalho de colegas, sendo excessivamente críticos e agressivos”, afirmou Abigail Phillips, um dos responsáveis pela pesquisa.

Dos profissionais avaliados, quase um quinto tem níveis “extremamente altos” de traços psicopáticos. “E estes estão mais propensos a se tornar valentões”, disse Abigail. Segundo ele, isso cria um ambiente desagradável, com empregados infelizes, egoístas e que podem se tornar péssimos líderes no futuro.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.