Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
CCJ aprova cota para negros no serviço público federal
Page/Post Excerpt


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou na manhã desta quarta-feira, 07, por unanimidade, o projeto que destina 20% das vagas do serviço público federal para negros.

O projeto, que já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, passará agora por apreciação no plenário do Senado. A medida valerá por 10 anos para concursos em que forem ofertadas mais de três vagas.

A proposta, proveniente do Executivo, reserva as vagas em concursos públicos para cargos efetivos e empregos públicos da administração pública federal, incluindo autarquias, fundações públicas, empresas públicas e de sociedade de economia mista controladas pela União.

O candidato deve se declarar de cor preta ou parda no ato da inscrição para ter direito a cota.

Durante a sessão, os senadores elogiaram a política afirmativa de cotas, destacaram o exemplo da implementação do sistema em universidades públicas e a importância da inclusão da população negra nas esferas da administração pública.

“O serviço público tem que ser o retrato da população brasileira”, defendeu a senadora Ana Rita (PT-ES).

O relator do projeto no Senado, Humberto Costa (PT-PE), disse que os benefícios sociais da proposta são “inestimáveis”.

“A reserva de vagas funciona como incentivo, mas todos os candidatos têm de obedecer os critérios de desempenho”, destacou o senador.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.