Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Além do currículo: as 5 mentiras mais comuns nas entrevistas de emprego

Segundo levantamento da Catho, 92,2% dos recrutadores pegaram mentirosos no ato em etapas de processos seletivos


Se 75% dos brasileiros mentem em seus currículos, eles não se saem muito melhor nas entrevisitas de emprego. Segundo levantamento da Catho, 92,2% dos recrutadores pegaram mentiros no ato em etapas de processos seletivos.

Segundo assessora de carreira da Catho, a psicóloga Elen Souza, existem cinco mentiras mais comuns dos candidatos. Confira:

Experiência profissional

Seu cargo era assistente, mas a descrição das atividades fala em responsabilidades mirabolantes? Ou o CV mostra experiência em uma empresa onde você nunca trabalhou? Os recrutadores ficam desconfiados e podem buscar suas referências ligando para a empresa. Com as buscas em redes como o LinkedIn, essa mentira pode durar menos ainda.

Formação

Assim como o novo nomeado como ministro da Educação, e outros ministros do governo Bolsonaro, muitos profissionais colocam cursos que não realizaram ou títulos que não obtiveram em seus CVs. Também é comum que aumentem o tempo de duração dos cursos.

Segundo a especialista, é melhor não cair na tentação, sempre é possível verificar se a informação é verdadeira, no MEC, com a instituição citada ou pedindo a apresentação de certificado.

Habilidades técnicas

Sua habilidade com o Excel é avançada mesmo? Quem inventa habilidades pode ser pego no momento da entrevista ou em testes práticos durante o processo, o que deixa evidente se o candidato não conseguir demonstrar o conhecimento.

Idiomas

Do inglês básico para avançado, do “portunhol” ao espanhol fluente. Muitos adicionam a segunda língua para se destacar nas pesquisas de CV, e também são pegos nos testes no processo de seleção ou, pior, quando o recrutador pede para responder uma pergunta na língua estrangeira durante a entrevista.

Resultados

Na hora de mencionar resultados no emprego anterior, alguns profissionais mentem sobre esses dados ou tomam para si conquistas de outros. Na entrevista, recrutadores normalmente pedem para descrever a forma como conseguiram alcançar o resultado ou meta, e é perceptível quando a pessoa se enrola na resposta.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário