Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

3 lições para todo líder aprender com Bong Joon-ho, diretor de Parasita

O grande destaque da noite do Oscar foi para o diretor sul-coreano e os quatro prêmios conquistados mostram o resultado de uma gestão de sucesso


Entre competidores favoritos ao Oscar como Martin Scorsese e Quentin Tarantino, quem se destacou na cerimônia de domingo (9) foi o diretor sul-coreano Bong Joon-ho.

Com o filme Parasita, ele levou dois dos principais prêmios da noite, de diretor e filme do ano, além de mais duas estatuetas por melhor roteiro original e melhor filme estrangeiro.

Além de conquistar o público com sua sinceridade, declarando no discurso que ia comemorar bebendo a noite toda, sua postura durante toda a temporada de premiações mostra características importantes de um bom líder.

Segundo Roberto Aylmer, médico, PhD e professor internacional da Fundação Dom Cabral, o papel de diretor numa produção cinematográfica é de uma liderança complexa, que precisa encabeçar diversas frentes do processo.

Pelo lado criativo e visionário da posição, muitos correm o risco de ceder à vaidade, um traço que pode arriscar a performance de um líder e entrar em conflito com os talentos que precisa gerir.

“Bong Joon-ho não age como uma estrela. Ele não estava naquele palco para ser aplaudido, mas por acreditar no seu filme. Ele é o tipo de liderança que joga para fazer seu melhor”, explica Aylmer.

Esse é o primeiro traço de um bom líder que o sul-coreano ensina. O segundo ensinamento de Joon-ho é seu gesto honroso em relação a seus competidores, demonstrando humildade e lembrando quem foram seus professores.

Em seu discurso de vitória no palco do Oscar, o diretor mencionou um ensinamento de Scorsese que o inspirou desde o começo da carreira.

“Quando eu era jovem e começando no cinema, havia uma frase que ficou marcada no fundo do meu coração: ‘o mais pessoal é o mais criativo’. É uma citação de nosso grande Martin Scorsese”, declarou Joon-ho.

“Nunca se fala no discurso de nossos professores. Então a segunda grande marca de um bom líder é a gratidão ao reconhecer sua história e suas fontes de inspiração. Novamente, ele não precisa do holofote, valorizando o outro e seu reflexo sobre seu trabalho”, diz Aylmer.

Uma faceta importante, mas não muito comentada da humildade, vem de sua origem: do latim “humus”, que se refere ao solo, a palavra mostra a necessidade de manter os pés nos chão durante a jornada.

No passado, Joon-ho se referiu ao Oscar como uma premiação local de cinema por celebrar mais as obras norte-americanas. No entanto, ele não deixa de reconhecer a importância e impacto cultural dessa indústria e seu maior prêmio.

Foi o equilíbrio entre saber reconhecer seus pares e manter a confiança em seu trabalho que o colocou em evidência entre os grandes nomes da área, quebrando anos de tradição e tornando Parasita o primeiro filme em língua estrangeira a vencer como melhor filme.

“Não é necessariamente abaixar a cabeça, a humildade é se posicionar e também saber colocar suas críticas”, diz Aylmer.

Um momento emocionante da premiação foi a visível alegria do time de produção e do elenco do filme a cada vitória. Estavam todos prontos para celebrar seu líder.

E o sentimento era recíproco. No SAG Awards, premiação do sindicato de atores de Hollywood, as estrelas de Parasita ganharam o prêmio como melhor elenco e Bong Joon-ho ficou na plateia aplaudindo o grupo e tirando fotos como um fãs orgulhoso.

Esse elemento demonstra um ponto importante da liderança moderna que rompe com ideias tradicionais dentro de organizações: o fim de hierarquias.

“A equipe tem paixão por ele e você vê que ele cuidou bem de seu time. Ali não tem hierarquia ou superioridade, mas uma comunhão e celebração pelo resultado”, explica Aylmer.

O traço é marcante também com a presença constante de sua tradutora no palco e no tapete vermelho, a diretora aspirante Sharon Choi, que foi elogiada e destacada pelo diretor durante entrevistas.

“Normalmente, o tradutor é uma figura invisível. Ao demonstrar a importância dela, ele compartilha seu prestígio e destaca o valor humano de seu trabalho”, comenta o especialista.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.